Responsabilidade ambiental: 6 medidas para as empresas

Precisamos falar sobre um conceito muito debatido na sociedade atual: a responsabilidade ambiental. Afinal, é impossível ignorar a relevância da sustentabilidade em meio a uma crise ambiental, gerada pelas transformações climáticas e o aquecimento global. 

A responsabilidade ambiental é um tema muito presente na esfera pessoal e corporativa. Claro, com as mudanças de hábitos e consumo, a cada dia, os consumidores tendem a cobrar posições sustentáveis por parte das organizações. 

Nesse caso, a cobrança por parte da sociedade e do seus potenciais clientes, está relacionada a reivindicação de que as empresas adotem uma postura mais ativa em relação à responsabilidade ambiental. 

Com isso, as organizações precisam entender que enxergar um mundo mais verde não proporciona vantagens apenas ao meio ambiente, mas também representa uma ótima oportunidade de crescimento e destaque em um mercado tão competitivo. 

Assim, é possível perceber que a política sustentável pode ser considerada uma vantagens para ajudar a organização alcançar o sucesso competitivo. Aliás, muitas empresas se tornaram grandes cases por meio da responsabilidade ambiental. 

No entanto, por mais que muitos empreendimentos tenham implementado práticas como a economia de água, luz, de papel com a substituição pelo envelope awb, é preciso ir muito além. 

Sendo assim, é preciso entender o real conceito de responsabilidade ambiental e como você pode implementá-la no seu negócio. Ficou curioso? Acompanhe!

Afinal, o que é responsabilidade ambiental?

A responsabilidade ambiental é o conjunto de práticas que visa um desenvolvimento sustentável do planeta e minimizar os impactos ambientais. 

Em outras palavras, essas atitudes devem considerar o crescimento econômico em conjunto a proteção do meio ambiente, focando em preservar os recursos para as gerações futuras. 

Falando do ambiente corporativo, empresas que adotam essa política tem como objetivo alinhar o desenvolvimento econômico a muitos aspectos conscientes, como a economia de recursos, diminuição de desperdício, reutilização de matéria-prima, descarte correto de resíduos e diminuição de possíveis danos a natureza. 

Além disso, a responsabilidade ambiental é um grande sinônimo de inovação por parte das organizações. Dessa forma, que tal conhecer algumas ações para utilizar no seu negócio o quanto antes? Vamos lá?!

6 ações de responsabilidade ambiental 

Nesse momento, você deve estar se perguntando: como sair do óbvio e empreender essa mudança de valores dentro de uma organização? A boa notícia é que tudo isso pode ser bem simples! Veja:

1. Analise a emissão de carbono

Neutralizar a emissão de carbono nos processos produtivos é uma prática cada vez mais presente nas organizações. Além do mais, com a ajuda de softwares específicos, é possível calcular os impactos ambientais de uma empresa, descobrir a quantidade de árvores que precisa ser plantada para compensar o lançamento de gases na atmosfera.

Um bom exemplo disso é a Suzano, organização referência no mercado de papel, que desenvolveu um plano para neutralizar a emissão de gases que influenciam no efeito estufa. Hoje, a empresa conseguiu reduzir em 67% o nível dessas toxinas. 

2. Introduza uma rotina paperless

A tecnologia é uma das maiores aliadas na rotina corporativa. Isso é um fato, certo? Mas será que ela proporciona facilidade em compartilhar e armazenar documentos online sem precisar da tradicional impressora?

Os dispositivos tecnológicos proporcionam muito mais agilidade, praticidade e economia de recursos (como papel, tinta, envelope de segurança e energia), a computação em nuvem já virou a queridinha das empresas ao redor do mundo.

A tecnologia disponibiliza assinatura eletrônica, acesso remoto a arquivos, permite mais segurança e que os negócios ganhem mais produtividade sem o uso do papel. 

3. Analise o ciclo de produção 

Se você analisar por um período o processo de produção, vai perceber que ele não engloba apenas os bens de consumo, mas também o esgotamento dos recursos naturais. 

Para adotar a responsabilidade ambiental, é fundamental que as organizações pensem desde o momento da compra dos recursos até a sua venda e respectiva distribuição. 

A logística reversa é um bom exemplo de prática sustentável, pois alinha o descarte ecologicamente sustentável de embalagens e itens utilizados durante os processos. 

A Unilever, por exemplo, trabalha com a produção de bens de consumo e visa reduzir os impactos ambientais até 2030. Para isso, tem desenvolvido estratégias para repensar suas embalagens, o número de equipamentos para usados para a distribuição e até a elaboração dos seus produtos. 

4. Flexibilize as atividades de trabalho

Você provavelmente deve ter percebido que as empresas vêm adotando novos valores, como priorizar a satisfação da equipe, para desempenhar mais resultados e intensificar a produtividade, certo? Com isso, para que se limitar com as rotinas tradicionais de trabalho?

Nesse sentido, adotar o modelo de trabalho home office pode significar uma economia nos recursos. Assim, você pode oferecer a possibilidade de executar as tarefas de casa e, no caso de reuniões, optar por um sistema de teleconferência. 

Essa é uma ótima maneira de economizar recursos e materiais de escritório, ainda reduzindo o trânsito das grandes cidades e, consequentemente, a emissão de carbono.

5. Não substitua os equipamentos 

Geralmente, as organizações tendem a substituir os equipamentos assim que apresentam danos ou falhas mecânicas. Mas, para reduzir os impactos ambientais, é importantes maximizar a vida útil da máquina para diminuir o lixo eletrônico e, ainda, poupar dinheiro com um material novo. 

6. Propague o uso de transporte alternativo 

Uma empresa que realmente se compromete com a responsabilidade ambiental encoraja a equipe a usar transporte público, caminhar até o escritório ou usar uma bicicleta. Entretanto, essa pode ser uma tarefa um pouco complicada quando os funcionários não querem deixar o conforto e a praticidade que um automóvel proporciona. 

Por isso, você pode compartilhar o sistema de carona solidária, com a finalidade de minimizar a circulação de veículos. 

Adote a responsabilidade ambiental como seu principal valor!

Reduzir o consumo de plástico, economizar energia, investir em aluguel de compressor e reciclar materiais não é o suficiente. Engaje os seus funcionários nessa causa! 

Para isso, crie metas coletivas de sustentabilidade, analise os resultados e incentive a equipe a cada conquista. Mostre que a adoção dessas práticas devem ser levadas a sério, pois fazem parte dos valores da organização. 

Ao seguir essas dicas, sua empresa não só conseguirá apenas economizar, mas também transmitir uma imagem muito mais positiva no mercado. Ou seja, isso irá agregar mais valor e competitividade a sua marca. 

Agora você está pronto para investir na responsabilidade ambiental? Conta pra gente a sua experiência!

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.‌

Compartilhe

Comments are closed.

WordPress Image Lightbox Plugin
Open chat
Clique para entrar em contato conosco!