Blog do Marketing

Não há como negar: o marketing se tornou indispensável na era digital para criar estratégias de captação de público, gerar relacionamento entre marca e cliente, além do engajamento nas redes sociais.

Com a evolução do marketing para atender as necessidades dos clientes, o conceito da nova era (4.0) foi desenvolvido por Philip Kotler e, consequentemente, o marketing 5.0. 

Logo, as campanhas que antes eram realizadas em jornais, TV, revistas, são realizadas com foco nas redes sociais para o consumidor encontrar produtos como, embalagens plásticas, com mais facilidade, além de atingir o lado emocional do cliente.

Assim sendo, a nova era do marketing está relacionada às emoções do consumidor com determinado serviço ou produto da marca.
Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para te explicar as mudanças com a nova era e as principais tendências do marketing. Continue lendo e confira!

A nova era do marketing

Sabemos que o marketing evoluiu de 1.0 para o 5.0, logo, surgem algumas mudanças e impactos no mundo corporativo.

De acordo com Philip Kotler, criador do conceito “Marketing 5.0”, a nova era relaciona buscar o lado emocional dos consumidores, ou seja, apoia valores humanos como justiça, responsabilidade social e ambiental, além de converter os clientes como embaixadores da empresa, podendo ser em qualquer segmento, inclusive em fábrica de placa de circuito impresso

O conceito marketing 5.0 foi atingido por causa do isolamento social, ocasionado pela pandemia da covid-19, em que o uso de pessoas conectadas à internet aumentou significativamente. Continue lendo e confira as tendências deste conceito!

Tendências do marketing 5.0

Sabemos que o marketing 5.0 foi desenvolvido como tecnologia para humanidade, com o objetivo de aproximar marca e cliente, mas isso é de acordo com o emocional do consumidor e, também, apoiar causas e torná-los embaixadores. Confira logo abaixo as principais tendências deste conceito.

1. Marketing baseado em dados

Neste elemento, a análise é realizada para mapear a jornada de compra do cliente que busca por martelete demolidor, por exemplo, hábitos, segmentação do público, entre outras. Ou seja, há o uso da IoT (Internet das coisas), para realizar o aperfeiçoamento do mix de mídia através dos dados coletados na web.

2. Marketing aumentado

Relaciona a função de vendas para realizar a captação de leads, assim, com o uso de materiais ricos em blogs, sites e redes sociais, o consumidor usa o Chatbot. Neste contexto, existe a nutrição desses leads através de conteúdos educacionais e direcioná-los até o fundo do funil de vendas.

3. Marketing preditivo

É caracterizado por realizar gestão do produto, marca e cliente. Desse modo, é possível detectar quais serão as ações para cada cliente, além de prever o sucesso de produtos alcançados no mercado, e prever se a campanha de marketing dará certo ao ser implementada.

4. Marketing contextual

Utiliza a inteligência artificial (IA) para prever entregas e personalizar respostas aos usuários. Ou seja, depende da IoT para usar gatilhos do perfil certo, de acordo com a experiência do cliente, produtos, mensagens e, consequentemente, possibilitar que as empresas enviem mensagens personalizadas.

5. Marketing ágil

Por fim, o elemento de marketing ágil relaciona a análise em tempo real, por exemplo, dos processos da concorrência, a fim de inovar e gerar satisfação ao cliente.

Gostou do nosso conteúdo sobre as novas tendências do marketing? Compartilhe com os seus colegas nas redes sociais!

Esse artigo foi escrito por Thais Teixeira, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Compartilhe