Blog do Marketing

Se você é empreendedor, seja atuando em um comércio, indústria de cesta de natal para empresas, entre qualquer outro negócio, então sabe que a coleta de dados para o envio de promoções e campanhas é um fator crucial, certo?

No entanto, com a criação da LGPD, também conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados, que atualiza e substitui o Marco Civil da Internet, as empresas que manuseiam dados devem ficar de olho quanto aos impactos no mercado.

Por sua vez, a LGPD entra em vigor em agosto deste ano, com o objetivo de regulamentar a maneira pela qual as empresas tratam as informações dos usuários, priorizando assim, a maior segurança pelos dados.

No entanto, esse tipo de influência pode impactar diretamente as empresas de todos os segmentos.

Pensando nisso, nós elaboramos este post para te mostrar quais foram os principais impactos da LGPD diante do cenário atual para a sua empresa.

Quer saber mais sobre tudo isso? Então continue nos acompanhando e venha descobrir todos os detalhes do tema! Vamos lá?

1. Mapeamento de dados de clientes online e offline

Com o surgimento da lei LGPD, um dos impactos mais visíveis foi a mudança na organização de dados das empresas. Isso vale tanto para os dados de clientes ativos ou inativos de uma organização.

Se sua empresa atua com sistema de alarme de incêndio, por exemplo, esse é o momento perfeito para simplificar a organização do negócio e arrumar todos os dados que estão bagunçados. A princípio, a lei LGPD estipula que os dados sejam organizados da seguinte forma:

  • Pessoais: informações pessoais de clientes, como RG ou CPF;
  • Anonimizados: dados que não podem ser identificados;
  • Sensíveis: dados como opiniões políticas, religião, orientação sexual, entre outros.

2. Mudanças na coleta e utilização de dados

Além da organização e agrupamento de dados dos clientes, também será preciso remodelar a forma como esses dados serão coletados.

Além do consentimento dos consumidores ser essencial para uma empresa conseguir gerar a coleta de dados, agora isso se tornou uma obrigatoriedade por parte das empresas.

Imagine que um cliente busque informações sobre serviço de solda e preencha uma ficha cadastral: esses dados não podem ser utilizados para outros fins, se não houver ao menos um acordo entre as partes.

2. Criação de um comitê moderador

Outra das medidas que impactam no mercado é a criação de um comitê moderador dentro a empresa.

Isso diz respeito a um grupo de profissionais que intermediam a comunicação entre a empresa, governo e os responsáveis pelos dados.

Esse comitê terá como prioridade garantir que todos estão seguindo as conformidades presentes na legislação, além de, é claro, guiar e aconselhar os colaboradores da empresa para ampliar o consentimento sobre a utilização dos dados dos consumidores.

Agora que você já sabe sobre quais são os principais impactos da lei LGPD na sua empresa, o que está esperando para ajustar os processos da sua empresa e se tornar mais segura para seus consumidores? Gostou do nosso conteúdo? Conta pra gente!

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Compartilhe