Lead: entenda o que é e veja dicas de como gerá-lo

As memórias da infância são nostálgicas, não é mesmo? Entre elas, podemos lembrar do bonequinho vermelho “comedor” de moedas dos anos 80, o Boca Rica. Nele, você basicamente depositava as fichas (moedas) até tirar a sorte grande da boca abrir e você ser o vencedor. E aí você se pergunta: mas o que a Boca Rica tem a ver com o lead ou com o sucesso do meu negócio?

Bem... O termo utilizado no marketing digital nada mais é do que os minutos que antecedem o momento de o cliente fechar (ou não) a compra.

Assim, para sermos mais técnicos, vamos dizer que lead é o potencial cliente da sua empresa.

Portanto, ele forneceu informações para você em troca de algum tipo de conteúdo ou entrou em contato para saber mais sobre a atuação da sua empresa. Em linhas gerais, é um possível consumidor que está ao alcance das suas mãos.

Agora, que você já entendeu o que é lead, provavelmente, captou também que ele é muito importante para uma estratégia bem definida de marketing digital.

O lead é uma ferramenta imprescindível para entender o perfil dos visitantes do seu site ou blog e estudar recursos que podem aproximar você dele (e, lá na frente, talvez fechar uma compra).

Entretanto, não seja possível garantir que um lead se tornará um efetivo cliente é possível saber o melhor que você pode fazer para chegar lá.

Ao considerar a possibilidade do seu produto, o lead já identificou qual é o seu problema ou oportunidade e tem a mínima intenção de adquiri-lo.

Você já sabe que gerar novas oportunidades de vendas por meio dos canais digitais é o objetivo do marketing de conteúdo. Portanto, ter boas estratégias para a conversão é peça-chave! Por esse motivo, listamos abaixo dicas que podem ajudar a sua empresa nesse sentido.

5 dicas para impulsionar a geração de lead do seu negócio

1. Forneça informações (as certas, de preferência)

Em um primeiro momento, lá no início do funil de vendas, o seu possível consumidor não quer saber o que você oferece. Ele quer apenas entender melhor seus anseios e problemas e buscar soluções.

Então, é a hora de você ser quase um guru: em seus conteúdos, aconselhe, dê dicas, ajude-o a abrir o seu campo de visão e mostre que entende o que ele está passando.

2. Fale com quem deve falar

Converse com quem está minimamente interessado no que você oferece (mesmo que ainda não diretamente). Busque formas de entender quem quer receber informações sobre o seu negócio.

Um bom exemplo é a iniciativa da Hilton Suggests, uma marca de hotéis que, no Twitter, interagiu nas redes sociais apenas perguntado aos seus seguidores sobre as cidades que abrigavam um hotel da marca.

É um jeito descontraído e amigável de criar laços (ou pelo menos deixar alguma marca).

3. Disponibilize conteúdos completos e consistentes

Ebooks são ótimos exemplos. Eles trazem conteúdos aprofundados sobre determinado tema e, além de reforçar a sua expertise, demonstra que você tem total domínio do que está falando. Credibiliza a sua empresa e gera percepção de valor.

Ele pode ser disponibilizado em uma landing page, que exige cadastro de informações do usuário.

4. Otimize os seus conteúdos

Seja relevante e esteja bem ranqueado. Você pode fazer isso investindo em SEO, fazendo pesquisas dos termos mais buscados e usando as palavras-chaves certas para a sua empresa. E existem várias ferramentas gratuitas para tudo isso.

Se o possível consumidor entender que seu negócio é referência no que oferece, provavelmente olhará com outros olhos para a possibilidade de compra.

5. Capriche nos formatos visuais

Vídeos e imagens são muito valorizados no mundo digital. Eles têm grande índice de acesso, compartilhamento e engajamento. Então pense em uma identidade visual que, além de esteticamente agradável, crie senso de unidade.

O possível consumidor deve entender, imediatamente, ao acessar, que aquele é um conteúdo da sua empresa (seja no Twitter, Facebook, LinkedIn ou blog). A sua identidade visual deve transmitir familiaridade para ele.

Imagine, então, que as moedas do Boca Rica são seus leads. Seria ótimo se o robô abrisse a boca sempre na sua vez de ganhar, não é mesmo? Para facilitar, aplique essas dicas na sua estratégia de marketing digital!

Gostou do conteúdo e não quer perder outros que podem te interessar? Continue acompanhando o nosso blog!

Compartilhe

Ainda não há comentários

Deixe seu comentário

WordPress Image Lightbox Plugin