Inventário de conteúdo: por que ter um?

Já imaginou as facilidades que você teria, no dia a dia, se tivesse visão de raio-x igual ao poder do Super-Homem? Nenhuma parede obstruindo as suas perspectivas, que maravilha! E se disséssemos para você que o inventário de conteúdo, em uma estratégia de marketing de conteúdo, pode conceder à sua empresa algo similar à uma visão de raio-x?

Para entender como o seu negócio pode assumir algumas das principais características do Super-Homem continue com esta leitura, na qual vamos explicar o valor do inventário de conteúdo e como ele pode ampliar a sua perspectiva para criar campanhas incríveis!

O que é um inventário de conteúdo?

Partindo, inicialmente, do conceito básico: um inventário é a organização de informações específicas para listá-las, posteriormente, para a verificação dos envolvidos.

Por exemplo: é comum ouvirmos o termo quando uma pessoa vem a falecer e um inventário de todos os seus bens é feito para serem repassados aos respectivos herdeiros.

Agora, imagine que você é o Super-Homem, planando sobre a cidade em busca de crimes para serem resolvidos. Com sua visão de raio-x você identifica rapidamente onde estão acontecendo as ações dos bandidos — seja nas ruas ou no interior de prédios e armazéns abandonados.

E é mais ou menos isso o que o inventário de conteúdo pode fazer pela sua empresa: permitir o mapeamento geral de tudo o que foi produzido para ampliar a sua perspectiva.

Como funciona a elaboração de um inventário de conteúdo?

A visão de raio-x é apenas uma etapa do processo, como um todo. Afinal de contas, a organização de um sistema de busca dos conteúdos produzidos ainda não rende todos os resultados que você pode colher com essa estratégia.

Para uma eficaz análise dos seus conteúdos é importante contar também com:

  • inventário do conteúdo;
  • auditoria do conteúdo;
  • mapa do conteúdo;
  • modelagem do conteúdo.

Já falamos sobre o mapa de conteúdo em outra oportunidade, por isso por enquanto vamos nos ater à construção e utilização do inventário de conteúdo.

Como criar o inventário de conteúdo?

Antes de uma investida contra os bandidos entocados no interior de um banco, o Super-Homem avalia a situação através da sua visão de raio-x.

E é a mesma coisa que você pode fazer com o inventário de conteúdo em mãos. pois essa listagem permite que você analise todas as mídias presentes no seu site e blog — como os textos, as imagens e as aplicações.

Assim, você já sabe o que foi produzido, o que pode ser gerado de maneira complementar e o que tem poder de otimização dentro da sua estratégia de marketing de conteúdo.

No geral, você acompanha o inventário de conteúdo em uma planilha, permitindo ajustes pontuais e constantes atualizações no documento. Para construí-la, portanto, é importante considerar as seguintes informações:

  • ID do arquivo em questão ou a sua localização na plataforma onde é feita a sua gestão de conteúdo;
  • o autor do conteúdo;
  • a URL onde o conteúdo foi publicado;
  • o título do artigo;
  • a sua meta descrição;
  • as categorias e tags que envolvem aquele artigo em particular;
  • o formato do arquivo — textos, em geral, são salvos em PDF ou DOC (caso ele seja salvo no Drive do Google, convém anotar o link de onde está o arquivo);
  • as datas relativas à sua produção e eventuais ajustes realizados no conteúdo.

Outros dados podem ser adicionados ao seu inventário de conteúdo, lembrando que ele deve ser o mais completo possível para que a sua visão de raio-x não falhe quando você mais precisar dela.

Quais são os benefícios dessa prática?

Além de obter mais controle, segurança e facilidade para a construção de novas campanhas, o inventário de conteúdo facilita o processo de auditoria de conteúdo que você pode fazer constantemente no seu site ou no blog da empresa.

Só que, de maneira ainda mais precisa, o inventário permite que você faça um diagnóstico profundo na sua estratégia de conteúdo. Afinal, essa listagem permite que você:

  • avalie quais conteúdos devem passar por uma revisão ou otimização;
  • quais estão incompletos e podem ser refeitos ou mesmo complementados com outros artigos;
  • quais etapas seguir para manter a sua busca alinhada ao que consta no mapa de conteúdo.

É, portanto, uma excelente ferramenta para você Fafá bom uso da sua “visão de raio-x” e, assim, salvar o dia com o inventário de conteúdo sempre por perto!

Quer saber quais outros super-poderes você pode absorver nas suas campanhas de marketing de conteúdo? Então, convidamos você a conhecê-los em outros artigos dentro do nosso blog!

Compartilhe

Ainda não há comentários

Deixe seu comentário

WordPress Image Lightbox Plugin