Conversão de leads em clientes: conheça 5 dicas importantes para a sua empresa

Quando a Hasbro lançou a coleção de brinquedos G.I. Joe — popularmente conhecida como Comandos em Ação por aqui —, em 1964, o mundo era outro. O apelo para os leads da empresa era simples e eficiente: tornar o seu público-alvo em protagonistas de conflitos divertidíssimos com bonecos militares articulados e armados até os dentes.

Claro, muito disso mudou ao longo das décadas, mas sabe o que fica ainda marcado na mente do consumidor? O fato de que uma estratégia é essencial para converter os seus leads em clientes e que a sua empresa precisa se municiar estrategicamente para sair vencedora desse (pacífico) conflito mercadológico.

Acompanhe, então, como os Comandos em Ação podem inspirar você a converter os seus leads em clientes através de toda a sua jornada de compra!

1. Entenda o funil de vendas para converter leads

A investida desenfreada e sem planejamento, “à lá Rambo”, não funciona com os Comandos em ação. Coletividade proposta por uma equipe multidisciplinar sempre foi a tônica dos brinquedos da Hasbro. E o mesmo deve ser feito com o seu trabalho de marketing digital.

Para converter leads, portanto, não basta se lançar no mercado à toda. É importante conhecer a sua persona e ter muito bem definida toda a sua jornada de compra.

Assim, você aprende como abordá-lo em impactá-lo em todas as etapas do seu processo de compra. Em geral, o funil de vendas é composto pelos seguintes estágios:

  • topo: a persona ainda desconhece a sua empresa, soluções e sequer que tem um problema. É o momento de educá-lo, gradativamente;
  • meio: o consumidor já entende o seu problema e está em busca da melhor solução para ele;
  • fundo: é hora de apresentar a sua empresa, o seu produto ou serviço e guiá-lo para a venda.

Para isso, a produção de conteúdo costuma ser o elemento mais confiável para a sua empreitada — como veremos na dica a seguir.

2. Tenha uma boa estratégia de conteúdo

Os Comandos em Ação tinham os soldados certos e as armas certas para cada tipo de investida. A produção de conteúdo se aproxima muito disso, pois o mantra do marketing digital é: “entregar a mensagem certa, para a pessoa certa, e no momento certo”.

Isso quer dizer que você deve produzir conteúdos que agreguem ao seu público-alvo. Que ajude cada um deles a obter as respostas desejadas, até encontrarem a sua empresa como a solução para o seu problema.

3. Faça a nutrição de leads

Como um complemento aos tópicos anteriores, convém dizer que a nutrição é um dos principais aspectos para a eficaz conversão de leads.

O que isso significa? Que nem todo consumidor está pronto para adquirir os seus produtos ou serviços. Às vezes, ele só está pesquisando, e é importante reconhecer isso de imediato para não frustrar a sua estratégia.

Imagine, por exemplo, quando você era criança e levou os tanques dos seus Comandos em Ação para brincar na piscina. Não funciona muito bem, não é mesmo? É isso que acontece quando você decide abordar um cliente que ainda não passou pelo processo de nutrição.

É por isso que importa saber quem é o seu consumidor, o processo de sua jornada de compra e como abordá-lo em cada um desses momentos.

4. Integre os setores de marketing e de vendas

Volta, aqui, aquilo que falamos a respeito dos soldados multidisciplinares da Hasbro: especialistas que cumprem muito bem missões específicas, só que sempre em um trabalho colaborativo.

Por exemplo: os conteúdos criados para o blog pelo setor de marketing devem conversar com os leads até que os vendedores possam abordá-lo, ciente de todas as necessidades daquele cliente em particular.

E isso só acontece se ambas as áreas estão em contínuo diálogo: primeiro, para que o setor de vendas entenda a demanda e, posteriormente, em oferecer um feedback ao pessoal do marketing.

5. Feche o acordo

Por fim, é hora da investida final — aquele momento em que todos os Comandos em Ação já descobriram o “ponto fraco” do local onde pretendem invadir e salvar o dia. No marketing digital, essa hora é o momento de oferecer algo diferenciado para o consumidor.

Pode se um período gratuito de testes da sua solução, uma visita ou qualquer outra maneira de disseminar o que você tem a oferecer na rotina do público-alvo. Assim, ele pode se convencer que é hora de comprar o seu produto e/ou serviço.

Quer saber, agora, outras dicas para treinar a sua equipe e torná-los em verdadeiros especialistas multidisciplinares? Então, continue acompanhando as novidades do nosso blog!

Compartilhe

Comments are closed.

WordPress Image Lightbox Plugin