Blog do Marketing

Se destacar no mercado é fundamental para qualquer empresa, seja uma fabricante de vidros para ônibus, ou uma grande rede de produtos cosméticos. Para que isso aconteça é fundamental que a empresa tenha seu diferencial no mercado.

Neste texto, iremos falar um pouco sobre o que é exatamente um diferencial e como os gestores das empresas devem definir os diferenciais de sua organização. Fique conosco e acompanhe.

O que é um diferencial?

Também chamado de diferencial competitivo, é uma ação, ou um conjunto de ações, que mantém uma empresa em posição de exclusividade no mercado em relação aos seus concorrentes. Como indica o nome, a empresa se diferencia oferecendo alguma vantagem ao seu cliente, fazendo com que a empresa se destaque.

O diferencial oferecido pela empresa não beneficia apenas ao cliente, mas também à empresa. Isso porque, quando uma empresa se diferencia das demais, seu público certamente se fideliza, procurando a empresa sempre que quiser determinado produto ou serviço. Com isso, há o crescimento de vendas e aumento no faturamento.

Uma empresa de instalação elétrica industrial, por exemplo, que queira ter seu diferencial identificado pelo seu público, deve garantir uma vantagem significativa, isso pode envolver preços diferenciados, alto padrão de qualidade, melhores condições, entre outros.

Uma empresa que tem seus diferenciais bem definidos conta com benefícios como:

  • Reflexos positivos em seu faturamento;
  • Fidelização de clientes;
  • Se torna referência em seu nicho de mercado;
  • Consegue reter clientes antigos;
  • Atração de novos clientes;
  • Melhora da participação no mercado, entre outros.

Como definir os principais diferenciais de sua empresa?

Agora que já vimos o que é exatamente um diferencial e os benefícios que oferece às empresas, vamos ver alguns passos básicos para definir os diferenciais de uma organização.

  1. Estudo de mercado: é indispensável que uma empresa estude o nicho de mercado onde está inserida respondendo algumas perguntas básicas como qual o tamanho do mercado, quem são os participantes e o que eles oferecem;
  2. Visão do cliente: uma empresa de destinação de resíduos, por exemplo, precisa identificar o que o seu público-alvo considera um diferencial no que diz respeito ao serviço oferecido;
  3. Estudo de soluções: depois de saber mais sobre o mercado e o que o cliente considera como diferencial, é o momento de propor soluções que ainda não estão no mercado. Essa solução que ainda não existe pode ser relacionada ao marketing da empresa, o valor cobrado pelo serviço, uma promoção, entre outros;
  4. Inovação: basicamente, inovar significa oferecer uma solução nova para um problema que é velho no mercado. Uma idéia inovadora faz com que uma empresa seja facilmente notada como a empresa que oferece vantagens ao consumidor;
  5. Prática: passando por todos os passos e encontrando os diferenciais da empresa, é o momento de colocar em prática. Para isso, é indispensável contar com uma equipe focada e engajada para planejar, traçar metas e colocar no mercado os diferenciais definidos.

Uma empresa que apresenta seus diferenciais, certamente terá uma base sólida para se estabelecer no mercado, se desenvolver e se tornar referência. Com isso, ganha tanto o consumidor como a própria empresa.

E então, gostou do nosso post sobre como definir os diferenciais de uma empresa? Compartilhe o post nas redes sociais e continue acompanhando nosso conteúdo.

Este conteúdo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

Compartilhe