Blog do Marketing

Ser uma pessoa resiliente no mercado de trabalho é uma tarefa fundamental nos dias atuais, uma pessoa resiliente é capaz de superar momentos e situações difíceis no serviço, sem perder a capacidade de lidar com os próprios problemas.

De forma simplificada, a palavra resiliência é derivada do latim e pode ser traduzido como “voltar ao normal", em outras palavras, podemos definir ser resiliente, como a capacidade de ser flexível e voltar ao estado original, mesmo em situações de grande impacto.

De modo geral, tudo na vida requer um pouco de resiliência seja no âmbito social, familiar, escolar e afins. Na vida profissional não poderia ser diferente.

Todo gestor eficiente além de buscar implementar tecnologias que facilitem processos como um relógio de ponto digital, procuram principalmente fortalecer seu quadro de colaboradores com pessoas resilientes. 

Pois dessa forma, sua equipe estará preparada para os desafios do meio corporativo, ou seja, esse gestor poderá contar com pessoas resistentes e eficientes.

Pensando nisso, trouxemos informações de como é importante a resiliência no mercado de trabalho. Vamos lá?

Resiliência e mercado de trabalho

Na área profissional, é possível enfrentar uma série de situações como a concorrência por uma vaga, competição interna, mudança de gestor, trabalho sob pressão, conflitos com a equipe, entre muitas outras situações.

É por esse motivo que a resiliência no trabalho faz toda a diferença, pois apenas uma pessoa resiliente seria capaz de enfrentar essas situações sem deixar se abater. 

Essa característica é muito valorizada pelas empresas e se torna um diferencial para o candidato. Afinal, indica que ele terá equilíbrio emocional diante das adversidades, mas principalmente a habilidade para resolvê-las.

Flexibilidade

Ser um funcionário resiliente significa também ter flexibilidade, para não se manter preso a antigos padrões ou situações de conformidade em uma zona de conforto.

As empresas de automação industrial, por exemplo, trabalham promovendo a automatização de processos em outras instituições, dessa maneira, esse tipo de organização necessita de pessoas resilientes em seu quadro de funcionários.

Até porque esse trabalho requer flexibilidade e só uma pessoa resiliente pode oferecer essa característica, para analisar os processos com mais leveza e menos pessimismo e assim,  tomar decisões mais assertivas, com foco na resolução.

Além de serem criativas e cheias de boas ideias, pessoas resilientes buscam estimular a mente com atividades, leitura e filmes que auxiliam o pensamento “fora da caixa” e favorecem a busca por soluções inovadoras.

Sociabilidade 

Diferente do que muitos pensam, ser sociável no ambiente de trabalho não significa ser amigo confidente ou confiar a sua vida pessoal a todos os colegas de trabalho, ser uma pessoa com bom relacionamento social é evitar confusões desnecessárias.

A pessoa resiliente pode ser colocada em qualquer setor da empresa, pois além de dar frutos, raramente vai ter problemas com os colegas.

Numa empresa de reciclagem de fluidos industriais, por exemplo, existem diversos tipos de setores que vão desde a administração até a estação de tratamento de água, nesse quesito a resiliência também seria um diferencial, já que poderia auxiliar qualquer setor.

Investir em um quadro de funcionários resilientes, promove uma série de benefícios, por esse motivo as empresas têm investido fortemente nisso.

Esse artigo foi escrito por Geiza Santos, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

 

Compartilhe